Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Temporada Concerto OSP  As Mulheres de Puccini

Temporada Concerto OSP As Mulheres de Puccini

Música & Festivais | Concerto

Teatro Nacional S. Carlos

Sala Principal
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2020
set
19

Sessão

23 set 2020 21:30
Dias
Hrs
Min
Seg

Duração

60 minutos

Promotor

OPART - Organismo de Produção Artística, EPE

Breve Introdução

Teatro Nacional de São Carlos
Sala Principal

Temporada de Concertos OSP
As Mulheres de Puccini
19 de setembro de 2020 21h

Árias e interlúdios das óperas La Bohème, Tosca, Turandot, Manon Lescaut, Madama Butterfly, La rondine, Le villi, Gianni Schicchi, La fanciulla del West, Il tabarro e Suor Angelica.

Sopranos: Elisabete Matos, Dora Rodrigues, Carla Caramujo
Direção Musical: Domenico Longo

Orquestra Sinfónica Portuguesa
(Maestrina Titular: Joana Carneiro)

M/6

Apesar de nos ter deixado figuras masculinas incontornáveis, o verdadeiro centro nevrálgico da obra de Puccini é constituído por um conjunto extraordinário de mulheres que se entregam absolutamente ao amor e que, por isso, são inexoravelmente imoladas pelo Destino.
De facto, apesar da música sublime que é confiada a Rodolfo, La bohème é la storia di Mimì; Calaf é igualmente um fantástico papel, mas o título e o interesse da Turandot vão para a principessa di gelo; Pinkerton é um quase secundário ao lado da paixão avassaladora de Cio-Cio San em Madama Butterfly; Cavaradossi é apaixonante, mas é em Tosca que estamos verdadeiramente interessados; todos sofremos com as desventuras de Des Grieux, mas a heroína de um romance e de várias óperas é Manon Lescaut, e é nela que se centra absolutamente a ação. Na Suor Angelica, então, atinge-se o cume, com um mundo inteiramente feminino onde nem sequer nos interessa o nome do homem que seduziu a protagonista.
Propõe-se uma deambulação por este fervoroso universo feminino guiada pela voz de três das mais consagradas sopranos portuguesas da atualidade. Destaque incontornável para Elisabete Matos, já cantou muitas destas figuras em alguns dos mais afamados palcos do mundo, em cidades como Nova Iorque, Florença, Berlim, Tóquio, Pequim, Verona, Veneza, Messina, Palermo, Santiago do Chile e Sevilha.

Informações Adicionais

Mediante as normas de segurança definidas pela DGS para as salas de espetáculos, a marcação de lugares respeita as regras de distanciamento social.

Obrigatório o uso de máscara.

Preços

  • Plateia - 10€ a 25€
  • Balcão 3ª Esq - 15€ a 20€
  • Balcão 3ª Dir - 15€ a 20€
  • Balcão 4ª Esq - 15€ a 20€
  • Balcão 4ª Dir - 15€ a 20€
  • Frizas Esq - 20€
  • Frizas Esq - 25€
  • Frizas Dir - 20€
  • Frizas Dir - 25€
  • Cam 1ª Esq - 20€
  • Cam 1ª Esq - 25€
  • Cam 1ª Esq - 25€
  • Cam 1ª Dir - 20€
  • Cam 1ª Dir - 25€
  • Cam 1ª Dir - 25€
  • Cam 1ª Dir - 25€
  • Cam 2ª Esq - 20€
  • Cam 2ª Esq - 20€
  • Cam 2ª Esq - 20€
  • Cam 2ª Dir - 20€
  • Cam 2ª Dir - 20€
  • Cam 2ª Dir - 20€
  • Cam 3ª Esq - 15€
  • Cam 3ª Esq - 20€
  • Cam 3ª Esq - 20€
  • Cam 3ª Dir - 15€
  • Cam 3ª Dir - 20€
  • Cam 3ª Dir - 20€
  • Cam 4ª Esq - 15€
  • Cam 4ª Esq - 15€
  • Cam 4ª Dir - 15€
  • Cam 4ª Dir - 15€

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

La Wally

Música & Festivais | Ópera

Teatro Nacional S. Carlos

Sala Principal